Tô indo viajar!

Férias sua leeenda que bom que você chegou!

 

images (1)
Eu li cantando, e vc?!

 

Para mim é hora de pegar as malas, carregar as baterias da máquina fotográfica e pé na estrada partiu viajar!

FB_IMG_1447984691348

Nosso destino

Apesar do Euro nas alturas…

Apesar dos últimos acontecimentos políticos-religiosos-extremistas…

gif_paris

 

Essa viagem já era sonhada há bastante tempo e parecia que ia acontecer ano passado…mas não deu 😦

Por que Paris?

Esse é um ano bem especial para mim em termos de datas comemorativas.

Completei meus 30 anos (falei sobre isso aqui) e acabo de fazer 5 anos de casada. Resolvemos não celebrar as datas separadamente e trocamos tudo isso por 10 dias fora…comemorando noite e dia.

Eu sempre planejo minhas viagens e fecho os serviços por conta própria (passagens, hotéis, passeios…) e dessa vez não foi diferente. Caso haja interesse, faço um post na volta contando a minha experiência e se deu tudo certo.

No momento de publicação deste post, já estarei a caminho!

FB_IMG_1447936846930
Só li verdades…

O blog continuará no seu ritmo normal (2 postagens por semana), mas os comentários podem demorar um pouquinho mais para serem respondidos (questões de internet disponível e porque estarei comendo horrores, enchendo a cara de vinho local e curtindo um frio maneiro passeando).

Se você curte o assunto, fiz um post sobre algumas viagens anteriores aqui.

Quer me acompanhar? Me siga no Instagram (@karenrothsaiz) e vai viajando comigo!

Dia 10 estarei de volta e cheia de assunto!

Que se iniciem as FÉRIAS!!

Beijos e….

images

 

… até a volta!

Anúncios

RESENHA – Batom Double Touch – Kiko Milano

Vamos falar de coisa boa? top term? tekpix?

Na minha última viagem internacional, tentei trazer alguns itens diferentes, ou que pelo menos não vemos muito por aqui. Eu fui para a Itália, portanto era óbvio que queria trazer tudo de interessante que eu achasse nas lojas da Kiko Milano, marca de maquiagem local que já se expandiu pela Europa e mais além.

Retrato da loucura em frente à loja da Kiko em Milão.
Retrato da loucura em frente à loja da Kiko em Milão.

Este batom já fazia parte dos meus planos depois que eu vi este post da Lu Ferreira. Adoro boca colorida com produtos duradouros, e esse batom promete as duas coisas.

O Double Touch lipstick é um batom líquido que seca após a aplicação e promete duração de 10 horas. Sem borrar ou escorrer! Fórmula hipoalergênica e sem parabenos.

7

Ele possui uma embalagem dupla e numerada (1 e 2), para mostrar a ordem que se deve aplicar as camadas:

  • Lado 1: base colorida com aplicador de esponjinha (estilo gloss). É consistente e bem carregado de cor. Deve ser aplicado sobre os lábios secos e com cuidado, pois não pode ser removido com facilidade depois de seco.

2

  • lado 2: brilho incolor com pincel de cerdas macias. Aplica-se sobre a base colorida depois que estiver seca. Além de dar brilho, garante conforto, pois o lado 1 é bem seco e gruda nos lábios.

3

Eu trouxe 4 cores (possui 16 no total):

1

Da esquerda para a direita: 113-Black Cherry, 115-Rhododendron Pink, 111-Fire Red e 102-Pink Mauve.

Amostras na pele sem o gloss, e depois com o gloss na metade inferior de cada cor (clique nas fotos para ver de perto!):

4 5_gloss

Eu curti muito esse batom! As cores são lindas, intensas e a duração é maior, se compararmos com outros batons líquidos desse estilo.

Não sou muito fã de gloss, mas este não fica extremamente pegajoso e não escorre. Eu passo somente uma camada fina para garantir o conforto nos lábios, e depois que o excesso do brilho vai embora, o conforto e a cor intensa da base ficam!

Fotografei cada cor nos lábios com e sem o gloss (as cores não ficaram muito fiéis, pois a luz não estava ajudando, mas nas fotos acima estão bem próximas da realidade). Apliquei só para mostrar por aqui, portanto relevem a falta de acabamento nos contornos (ao final, minha boca já estava quase morta de tanto passar e remover batom de alta fixação socorro).

Vamos ver?

102-Pink Mauve: Nude com fundo coral e discreto. O nome não condiz, mas a cor é linda!

102-1 102-2

115-Rhododendron Pink: Rosa com fundo azulado, bem mais intenso e escuro que na foto. É o meu predileto!

115-1 115-2

8

Essa foto que postei no meu Instagram (segue lá @karenrothsaiz) mostra melhor a cor real (Amora e suas barbas me desprezam ao fundo)

111-Fire Red: Vermelho puro. Na foto parece mais alaranjado, mas não é. Intenso, profundo e clássico (Liindoooo!).

111-1 111-2 

113-Black Cherry: Cor de vinho com toques de marrom e roxo. É o único que dá trabalho para aplicar. Ele mancha bastante e não fica uniforme na primeira camada. Tem que aplicar uma segunda mão de cor para cobrir as falhas. 

113-1 113-2

Não sei dizer se ele consegue manter sua dignidade após 10 horas de uso em todas as pessoas. Eu encontro dificuldades com batons líquidos que secam, pois o centro dos lábios logo teima em perder a cor e eu odeio sair de casa e ficar reaplicando batom (uma vez ainda vai, mas reaplicar mais do que isso não dá!).

Este batom dura horrores na minha boca! A cor rosa resistiu bravamente a 2 pratos gigantes de uma feijoada e só perdeu um pouquinho da cor no centro dos lábios (bravo!!).

O problema é encontrá-lo para vender por aqui. O site da Kiko não entrega no Brasil, mas vendedores particulares costumam disponibilizar algumas cores, além de outros produtos da marca (tente no google, mercado livre e lojinhas online, mas tenha certeza que é confiável, hein!). Se você tem algum amigo que vai para a Europa (Itália, França, Inglaterra, Portugal) vale a pena pedir uma encomendinha suave :). Eu paguei 6,90 euros em cada um.

Talvez nossa espera acabe, pois desde o começo desse ano anda circulando a notícia de que a marca estaria planejando abrir loja por terras brazucas ainda em 2015 (leia aqui). Mas já chegou setembro e nada 😦

Não desanima! Em breve tem post com mais batons desse estilo e nacionais para você botar esse bocão pra jogo!

Beijos

 publicidade

MAQUIAGEM COM CÔNCAVO MARCADO – INSPIRAÇÃO ANOS 60

Fui convidada para uma festa de aniversário temática – Anos 60 (oba!).

A maioria das pessoas já devem ficar pensando nos trajes…muitas bolinhas, saias rodadas… jaquetas de couro para os homens….eu não.

Até penso na roupa, mas…primeiro penso em como será meu cabelo e maquiagem. SEMPRE.

Quando penso em anos 60, já surge na minha cabeça a imagem da Twiggy (e sua maquiagem icônica com o côncavo mais marcado do universo e olhos gigantes) e Brigitte Bardot (com seus cabelos desalinhados, coques e meio rabo com topo alto).

twiggy brigitte_bardot

Pronto! Inspiração definida, decidi fazer uma maquiagem neste estilo (olho  marcado, rosto com um pouco de contorno e lábios nude), porém adequada ao meu gosto e estilo de rosto (tenho rosto oval).

Meu objetivo é mostrar que podemos caprichar no visual e conseguir um resultado legal para uma festa, sem gastar uma fortuna no salão! (Para ver com mais detalhes, amplie as fotos clicando sobre elas).

Quer ver o que saiu?

anos_60_1 anos_60_2

Primeiro preparei a pele com primer (quero uma maquiagem durável), base com cobertura média/alta e corretivo para cobrir as imperfeições que restaram após a cobertura da base.

the_porefessionalstudio_fix_fluidcorretivo_nars

Usei uma miniatura do The Poreffesional, Base Studio Fix Fluid da MAC (cor nw25) e corretivo Radiant creamy concealer da NARS (cor Light 3-Honey).


Depois corrigi de leve a minha sobrancelha com o lápis duplo da Quem disse, berenice? (usei o lado cinzel na sobrancelha, e o lado bege eu te conto mais abaixo).

anos_60_3 anos_60_4

Tadinha da minha sobrancelha…tenho poucos pelos e falhas grandes…ainda procuro um jeito melhor de corrigir sem marcar demais (meus pelinhos não são lá muito escuros e tudo que passo, acho muito forte!)


Começo os olhos fazendo uma marcação: Uso sombra marrom média opaca, e com um pincel caneta, desenho uma linha grossa exatamente no meu côncavo (aquela dobra que some quando abrimos os olhos). Abra e feche o olho algumas vezes para ver aonde é enquanto desenha.

anos_60_5anos_60_6

Não se preocupe com acabamento, ela será uma linha base para você seguir e a cor ajudará a mesclar tudo com seu tom de pele mais adiante.

anos_60_7

Ficará como aparece à esquerda na foto acima. Notou?


Agora escolha uma sombra preta opaca e desenhe novamente no côncavo, mas coloque o preto dentro da marca marrom que você já fez. A transição de cores ficará mais bonita se passar do preto para o marrom, e depois do marrom à sua pele (degradê mais suave).

anos_60_8 anos_60_9

Não se assuste, você está fazendo certo!! A maquiagem fica esquisita antes de mesclar as cores.


Usei um tom de marrom mais claro e opaco para fazer movimentos de vai e vem sobre o encontro do preto e marrom. Esfume bastante de um lado ao outro sobre a junção das cores, mão leve…o que conta é a repetição. Faça isso somente na borda superior das sombras aplicadas, em direção à sobrancelha (deixe a marca do preto sem esfumar na parte inferior). Pegue mais sombra marrom clara se desejar…o importante é deixar a transição suave: preto – marrom escuro – marrom claro – pele – sobrancelha…entendeu?

anos_60_10 anos_60_11

 Dá pra perceber as linhas sumindo e as cores se misturando em direção à sobrancelha? Não suba muito com o pincel, senão você ficará com sombra marrom até lá em cima. Movimentos de vai e vem sobre a junção….sem subir….A sombra marrom clara ajuda a suavizar ainda mais.


anos_60_13 anos_60_14

Agora com uma sombra bege opaca (pouco mais clara que meu tom de pele) ilumine o arco da sobrancelha e depois preencha toda a pálpebra móvel.

anos_60_12 anos_60_15

Olha só como fica (eu sempre volto e esfumo mais um pouco no final, pois sempre acho algum lugar que está marcado). Mas já deu pra notar que está mais suave, né?


anos_60_17

Anos 60 pedem olhos grandes, portanto use lápis bege na linha d’água (lápis escuros vão diminuir seus olhos). Usei o outro lado do meu lápis duo da Quem disse, Berenice?

anos_60_16

Aproveite o resto de sombra preta no pincel caneta e passe rente aos cílios inferiores pelo lado de fora. Aplique esfumando, assim só restará um sombreado escuro, sem linhas fortes e definidas (lembre-se: na linha d’água use bege, e fora do olho use cores escuras para aumentar).

Hora de respirar fundo, meditar um pouco, relaxar os músculos e pegar seu delineador. Não adianta chorar, gritar….para aprender é preciso treinar, treinar até cansar. Mesmo assim você vai continuar acertando e errando. É difícil deixar os dois olhos iguais, acertar na grossura do traço, conseguir aquela pontinha perfeita. TREINE. Não gostou do resultado? Não use, oras….passe um lápis preto bem apontado que é bem mais fácil. Nesta make será importante ter um tracinho preto rente aos cílios pois vamos aplicar postiços e o acabamento fica melhor assim.
anos_60_18

Eu usei delineador líquido desta vez, mas você pode usar o que produto que preferir (em gel, caneta…). Não puxei a ponta externa pois quero meus olhos bem grandes e redondos (lembra da Twiggy?!).

Escolhi cílios postiços bem longos no canto externo e mais curtos no canto interno dos olhos. Adoro esses que tem aparência natural e que os pelinhos são presos numa linha transparente (dá pra perceber abaixo que os tufinhos são presos num fio sem cor? Isso deixa os cílios mais naturais depois de aplicados).

anos_60_20 anos_60_21

Aplique os cílios exatamente sobre o traço de delineador (ou lápis) que você fez. ( Tem post ensinando tudo sobre aplicação de postiços aqui).Com os cílios sobre o traço, não ficará nenhum pedaço claro aparecendo entre os seus cílios reais e os postiços.

anos_60_22 anos_60_25

Capriche na máscara nos cílios inferiores, isso ajudará no efeito olhão.


anos_60_28

Para completar a pele, bronzer para contornar ou somente um blush pêssego (eu fui de bronzer e arrematei com um iluminador no topo das maçãs porque  o meu lado festivo e meio drag queen pediu…não me julgue).

anos_60_26 anos_60_27

Bronzer antiguinho sem marca, blush da Julia Petit para Mac e Iluminador Duda Molinos.


anos_60_29

Nos lábios fui de batom nude com fundo rosado e efeito cremoso (não queria boca totalmente apagada). Usei o Blankety da MAC.

Pronto!! Cabelo com meio rabo bagunçadinho e topo um pouco mais alto pra arrematar!

anos_60_30 anos_60_32

anos_60_33 anos_60_34

Espero que tenham gostado. É difícil fazer tutorial em fotos (não sou maquiadora profissional), mas tentei explicar o máximo possível.

Caso tenha ficado alguma dúvida, é só perguntar nos comentários. Vocês também podem dar sugestões e ideias do que gostariam de ver por aqui!

Hoje tem beijo especial pro marido que virou meu fotógrafo para esse post!

marido_make_anos_60

Beijos e até a próxima!

Me siga no instagram: @karenrothsaiz

publicidade

RESENHA – Protetor solar capital soleil Vichy – FPS 50 com cor

Oi!!! Vamos pro primeiro post? Tenham um pouco de paciência até que tudo se acerte por aqui. Aos poucos vou me habituar e melhorar a aparência do blog, ok?!

Proteger a pele e ainda sair de casa maquiada a tempo do trabalho pode tomar um tempo precioso…dá a maior preguiça de passar uma série de produtos no rosto antes de sair de casa, não dá?

E se você pudesse passar um só produto que protegesse bastante do sol e ainda pudesse dispensar a base? Melhorou a conversa, né?

Confesso que sou preguiçosa na hora do protetor solar. Deixo de lado ou esqueço com frequência, mas tenho sofrido com os resultados disso. Sou branquela e estou com quase 30 (#abafa), e minha pele já mostra sinais de abuso do sol (eu fritava na praia quando era criança e meu nariz ficava roxo e descascava absurdamente). Minha mãe corria atrás de mim para colocar o chapéu e aplicar aquele filtro branco horroroso o dia todo, mas a água salgada e as brincadeiras na areia e mar não evitavam o efeito camarão (desculpa aí mãe, sei que você tentou!). Hoje tenho várias manchinhas e sardas pelo rosto, e acredito que possam piorar, pois o efeito tende a continuar aparecendo com o passar dos anos.

Resolvi testar esse protetor e colocar na minha rotina diária este cuidado tão necessário para a pele, mas sem perder tempo. Será que ele consegue substituir a base nossa de cada dia? Vem ver!

3

A embalagem descreve o produto como um gel creme diário antibrilho duradouro para pele mista a oleosa e peles sensíveis. Sem parabeno e oil free. FPS 50 UVB e UVA.  Contem 50g e a tampa fecha direitinho.

A textura é uma mistura de creme e gel levinho, porém bem carregado de cor. Não parece que vai sumir na pele depois de aplicado, sabe? Cor de base mesmo.

4

Pelo que notei, só existem uma cor disponível (como assim, Vichy?!). Nesse pequeno Brasil temos tantos tons de pele! Eu sou branquela e a cor se adaptou bem, acredito que ele cubra alguns tons de pele acima ou abaixo do meu, mas e as morenas escuras, negras e orientais?? Não sei como essa mesma cor pode se comportar.

Eu já testei aplicando com as mãos e com pincel de base. Preferi a aplicação com as mãos, exatamente como se faz com um protetor solar, pois ele espalha fácil e é bem mais prático. Achei que a aplicação com pincel é mais demorada e ainda desperdicei um pouco de produto que ficou retido nas cerdas. Também gostei mais do acabamento na pele após a aplicação com os dedos.

5

O cheirinho é suave e gostoso. Não lembra aquele cheiro de protetor solar da praia e não fica odor algum na pele depois de seco.

A secagem é rápida e o bichinho cobre bem a maioria das minhas manchinhas. A cobertura se assemelha a de uma base leve para média. Não cobre tudo, mas para mim é cobertura suficiente na maquiagem para trabalhar e sair durante o dia.

Quando seca, ele não fica mate. Sabe aquele acabamento de pele saudável e luminosa? Ele deixa a pele viçosa, com um brilho natural. Se você não gosta disso, vai ter que aplicar o seu pó matificante por cima. Ele não segura o aparecimento de brilho após algumas horas.

Eu tenho usado este protetor no lugar das minhas bases. Saio para trabalhar as 6h30 e volto 20h30. Ele não fica intacto, perde cobertura, mas suporta bem minhas 12 horas de plantão. Nos dias mais quentes, sempre aplico um pó por cima para garantir tudo no lugar por mais tempo.

Achei que ele transfere pouco depois de seco, só tenho cuidado extra na hora de aplicar, lavando bem as mãos antes de continuar a maquiagem (senão ele suja roupas e aonde você encostar).

Bora ver ele na pele?

LUZ NATURAL: da esquerda para a direita: pele limpa – protetor aplicado – maquiagem completa.

                                 11110

LUZ ARTIFICIAL: (da esquerda para a direita: pele limpa – protetor aplicado – maquiagem completa).

                              269

Completei minha maquiagem com corretivo, bronzer, máscara de cílios, batom e correção nas sobrancelhas. Na luz natural é mais notável o disfarce das manchas e vermelhidão da minha pele.

O preço fica na faixa de R$70,00 (ouch!) meio salgado, mas acho que vale a pena se substituir a base. Quanto custa só um protetor solar para o rosto com FPS 50? Somando os preços do protetor + base vai dar mais que 70 dilmas. Você encontra em farmácias e perfumarias nas prateleiras de produtos da Vichy.

Beijos

Me acompanhe no Instagram: @karenrothsaiz

publicidade